Como adormecer o bebé

Como adormecer o bebé?

Como em tudo, cada bebé é um bebé e alguns pais têm a vida mais facilitada que outros. Eu, por exemplo, não me posso de todo queixar, porque a minha bebé adormece facilmente à noite e dorme toda a noite. No entanto, o mesmo não se aplica a grande parte dos bebés; alguns acordam uma vez à noite, outros acordam várias vezes e alguns passam a maior parte da noite acordados.

Quando os bebés nascem não têm noção da diferença entre o dia e a noite. Para eles, tal como dentro do útero da mãe, os períodos de sono e de alerta não são regulados pela luz ou pela atividade. A partir do 1º mês de vida é possível tentar mostrar ao bebé que há o período diurno, em que se fazem praticamente todas as atividades e o período noturno, em que o ideal seria estarem todos a dormir.

Para mostrar isto aos bebés existem alguns truques

Utilizar a luz de acordo com o ritmo dia/noite

A luz é importante para o bebé perceber que é de dia. Muitas vezes temos a tendência de baixar os estores e fechar as cortinas quando os bebés são pequenos, para os protegermos da luz. Certo é que o bebé não consegue assim ver a luz do dia e perceber estas diferenças. É importante abrir os estores e as cortinas e deixar entrar a luz do dia e deixar que seja o desvanecer da luz do dia a sinalizar ao bebé que a noite se inicia. À noite podemos utilizar luzes fracas e ir escurecendo a divisão em que o bebé está. Podemos utilizar uma luz de presença à noite, desde que seja pequena. Quando o bebé acorda à noite não devemos acender as luzes.

Passear com o bebé durante o dia

Quando passeamos com os bebés eles adormecem muitas vezes com o andar do carrinho. Mesmo quando adormecem, há luz e ruído na rua que os ajuda a perceber que essa é a altura de maior atividade.

Colocar o bebé no berço quando está mais sonolento mas não já a dormir

É importante que o bebé se lembre de adormecer no berço, porque se já estiver a dormir e acordar a meio da noite, vai-se assustar e vai precisar da mãe ou pai para voltar a adormecer. Mesmo que o bebé tenha dificuldade a adormecer no berço, podem ser usadas algumas estratégias como abanar ligeiramente o berço ou oferecer a chucha ou uma fraldinha na fase em que está a adormecer. Para que o bebé se acalme na altura de dormir e perceba que chegou essa hora, pode dar banho imediatamente antes de ir dormir (e depois de se ter alimentado).

Quando o bebé acorda à noite, dar um momento antes de lhe dar atenção

Este passo permite ao bebé desenvolver estratégias para adormecer por ele quando acorda à noite. Muitas vezes os bebés têm pequenos despertares noturnos, em que fazem pequenas vocalizações ou se remexem na cama. A nossa tendência é ir de imediato ver o que se passa e embalar e, muitas vezes, não deixamos o bebé regular os seus mecanismos para adormecer. Se o bebé começar a chorar, provavelmente já não se conseguirá acalmar por si mesmo e, nesse caso, é importante embalar, oferecer a chucha ou uma fralda e ver se adormece. Se estiver a chorar desenfreadamente, nesse caso temos mesmo de colocar o bebé ao colo, porque aí dificilmente o embalo resolve o assunto.

Tentar não olhar o bebé nos olhos

Muitos bebés têm um limiar baixo à estimulação e basta olhá-los nos olhos para assumirem que é hora de acordar ou de brincadeira. É importante manter o olhar noutra zona do corpo do bebé e falar baixinho, para que o bebé perceba que pode voltar a adormecer.

Aliviar as regras de muda das fraldas

Não devemos mudar a fralda de cada vez que o bebé acorda à noite, porque pequenos despertares transformam-se em períodos de alerta. Se a fralda estiver suja com cocó tem de ser mudada, mas se for só chichi e a fralda tiver uma boa capacidade de absorção, podemos deixar estar.

Manter o quarto fresco

Nestes dias mais quentes é frequente que os quartos estejam sobreaquecidos, gerando desconforto aos pais e bebé. Não devemos esquecer que está recomendado manter a temperatura ambiente entre 21 e 22 ºC para prevenção da Síndrome de Morte Súbita do Lactente. Podemos arrefecer o quarto com uma ventoinha ou com o ar condicionado, certificando-nos que a corrente de ar não está diretamente apontada ao bebé e que as condutas de ar condicionado estão devidamente limpas (devem ser limpas pelo menos uma vez de 2 em 2 anos).

Utilizar ruído de fundo (“white noise”)

Se o bebé não consegue adormecer, podemos tentar usar white noise. O bebé acalma quando ouve ruídos monótonos, nomeadamente o nosso “shhhh”, o barulho do secador de cabelo ou do aspirador. Hoje em dia já podemos procurar playlists na internet de white noise, algumas com a duração de 8 horas.

Dar segurança ao bebé

Uma boa estratégia é colocar a mão em cima do peito ou da barriga do bebé ao colocar no berço, de forma a que ele perceba que não está sozinho.

Ter paciência

A implementação destas técnicas pode ser feita logo no primeiro mês de vida mas é importante perceber que o bebé só tem capacidade para treino de sono organizado a partir dos 4 meses, pelo que pode não conseguir adormecer e manter o sono durante a noite até lá.

Não entrar em pânico com regressões dos padrões do sono

Se o bebé não acordava durante a noite, ou adormecia no berço e deixou de adormecer, não entre em pânico. Na maioria das vezes estas regressões são temporárias. Costumam acontecer quando há alterações nas rotinas (nascimento de irmãos, viagens, doenças) ou em fases específicas de desenvolvimento (aos 4 meses, quando aumenta a mobilidade e aos 9 meses, quando começa a ansiedade de separação). Para lidar com estas regressões devemos voltar ao início e aplicar as técnicas que tínhamos desenvolvido, nomeadamente estabelecer uma rotina noturna consistente e previsível para o bebé.

Aqui em casa colocamos no berço ainda acordada e embalamos. Fazemos questão de passear muito durante o dia e de usar a luz para estabelecer o ritmo dia/noite. Mantemos o quarto fresco e só mudamos a fralda se estiver suja com cocó. O white noise não resulta para nós. Ainda tenho dificuldade em evitar algumas coisas – vou quase imediatamente quando ela acorda para ver o que se passa e não consigo conter-me quanto a olhá-la nos olhos. Derreto-me toda, mesmo à noite … pequenas fraquezas, enfim.

Desejo-vos a todos uma óptima noite de sono com os vossos bebés e que estas técnicas vos tragam pelo menos um bocadinho mais de sossego!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *