Como dar banho ao bebé

Como dar banho ao bebé?

O banho pode ser um momento familiar cheio de sorrisos e boa disposição mas isto nem sempre acontece com alguns bebés.

Nem todos os bebés adoram o banho, sobretudo quando ainda são recém-nascidos. Alguns assustam-se e não gostam do contacto com a água. Outros gostam de estar no banho mas choram muito quando saem. E na fase inicial, sobretudo para pais de primeira viagem, ainda há alguma insegurança e muitas dúvidas e os bebés são especialistas a sentir a incerteza dos pais..

À medida que a idade vai avançando e os pais se tornam cada vez mais experientes a dar o banho, esta altura do dia vai sendo cada vez mais fácil e os bebés que não acham tanta piada ao banho acabam, muitas vezes por gostar.

Para mim, que algumas vezes tenho de dar o banho sozinha, precisei de simplificar algumas coisas.

A hora

Escolhi fazer o banho à tarde, por volta das 18h30 mas a escolha da hora é única para cada família. Se o bebé está bem disposto de manhã mas ao fim da tarde já está muito impaciente, se calhar o melhor é dar o banho de manhã. Algumas famílias preferem dar o banho imediatamente antes de deitar, por volta das 23h30. Para nós isso desregularia toda a rotina cá em casa e seria uma fonte de stress. O mais importante é ser adequado a cada família. Também depende se têm outros filhos em casa.

O local

Pode ser feito no quarto do bebé ou na casa de banho. Nós cá em casa variamos. Se eu der banho sozinha, como o muda fraldas está no quarto, opto por dar no quarto. Se dermos banho os dois (pai e mãe), preferimos estar mais à vontade com eventuais salpicos e água a sair por fora e damos na casa de banho.

A temperatura

A água deve estar a 37ºC. Para ter a certeza é preciso um termómetro. No entanto, uma regra básica é que a temperatura não deve ser desconfortável para o adulto e muitas vezes podemos dispensar o uso do termómetro. A temperatura deve ser testada utilizando o cotovelo do adulto.

A regra para encher uma banheira de bebé é encher primeiro com água fria e depois quente, para que o bebé não se queime nas paredes da banheira. Hoje em dia já há torneiras de mistura e, desde que tenha cuidado com não encher com água muito quente, pode-se encher com água logo à temperatura desejada.

O quarto deve estar a 21ºC. No Verão é simples, qualquer quarto já estará a mais de 21 ºC. No Inverno é preciso aquecer. Alguns bebés não gostam da transferência da banheira para a toalha e precisam de uma temperatura ambiente mais elevada.

A altura da água

Deve ser de um palmo, por forma a que o risco de submersão seja minimizado. Claro que é necessário sempre segurar o bebé com um braço atrás do pescoço a segurar pela axila do lado contrário em pinça em redor do braço (nunca desfazer a pinça!).

O uso de redutores poderá dar uma falsa sensação de segurança. Nós temos um redutor mas só o utilizámos uma vez e parece-me pouco prático para manter o bebé seguro com a pega em pinça.

A banheira

As preferências de banheira também são muito pessoais. Cá em casa temos dois tipos: a banheira clássica e a banheira tipo “balde”. Quando estamos os dois damos na clássica por uma questão de espaço para nos mexermos e porque como estamos dois não temos a preocupação de alcançar o gel de banho ou a toalha. Quando estou sozinha dou no “balde” porque é mais contido, é mais fácil para mim segurar o bebé e conseguir alcançar tudo à minha volta e é mais fácil esvaziar.

O que não gostámos é da banheira incorporada no muda fraldas. Com esta opção quando o bebé está na banheira o muda fraldas está elevado e portanto não pode ter nada em cima. Perde-se assim a possibilidade de por a toalha, a fralda e a roupa em cima e quando se tira o bebé da banheira é preciso estar a alcançar tudo isto.

A luva

A lavagem do bebé deve ser sempre efectuada nas pregas, nomeadamente pescoço, axilas, cotovelos, joelhos, pregas inguinais. Pode ser feita com as mãos, com compressas, com uma luva de banho ou com um pano. As esponjas são desaconselhadas porque nunca secam completamente e acabam por ficar contaminadas com fungos. Cá em casa utilizamos um pano de rosto e vai para lavar depois de cada utilização.

A duração

A pele dos bebés é muito sensível e facilmente fica seca e descamativa, pelo que o banho deve ser o mais curto possível, só o suficiente para lavar.

A sequência

Antes do banho deve ser sempre lavada a zona genital com creme lavante. Muitos cremes lavantes não precisam de enxaguamento depois de utilizar. Para esta fase utilizo compressas. Também opto por lavar a face antes de entrar no banho, porque é lavada com água sem sabão. Algumas pessoas optam por lavar o couro cabeludo em primeiro lugar, retirar para secar e depois voltar ao banho. Conosco isto gerava choro que nunca mais acabava por isso fazemos tudo seguido, couro cabeludo e corpo.

Os produtos

A escolha das marcas é muito pessoal e depende também da reacção da pele dos bebés. O gel de banho deve ser utilizado na menor quantidade possível para evitar que a pele fique seca. O couro cabeludo também é lavado com gel de banho até aos 12 meses. O creme deve ser aplicado em todo o corpo, sobretudo nas pregas.

A toalha

Deve ser de algodão, grossa e grande, para poder envolver o bebé na totalidade depois do banho e não ficar toda encharcada em contacto com a pele.

A periodicidade

Está recomendado dar banho 2-3 vezes por semana, para evitar a perda de ácidos gordos essenciais da pele. No entanto, para nós o banho constitui uma rotina e ajudou a definir horários que o próprio bebé precisa de absorver. Por isso e pelo facto de que está imenso calor e os bebés transpiram muito, damos banho diariamente.

Esta começou por ser uma rotina muito difícil para nós porque, inicialmente, as mudanças da água para a toalha faziam com que a nossa bebé chorasse muito e ficasse muito pouco receptiva a por creme e vestir. Parece-me que ela sentiu muito a minha insegurança inicial de quem estava a dar os primeiros passos nestas áreas… Depois de se tornar uma rotina e de eu própria me sentir mais confiante, melhorou tudo e agora é uma altura do dia de que gostamos muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *