Como aparar as unhas do bebé

As unhas: limar ou cortar?

As unhas do bebé são, de longe, a meu ver, a parte do corpo mais difícil de cuidar. Os bebés quando nascem, sobretudo se depois das 37 semanas, já têm as unhas crescidas e, apesar de serem moles, são afiadas o suficiente para se conseguirem arranhar.

Por esse motivo muitos pais colocam luvas ou meias na maternidade para evitar que o bebé se magoe.

Na fase inicial as unhas são muito moles pelo que está recomendado limar com uma lima de cartão. Limar é a forma mais segura de aparar as unhas mas tem a desvantagem de demorar mais tempo.

A partir do mês de vida as unhas tornam-se mais rígidas e podem ser limadas ou cortadas com tesoura própria para unhas de bebe (pontas arredondadas e lâminas curvas). Os corta-unhas não são seguros porque não têm protecções para evitar cortes acidentais, como acontece com as tesouras.

As unhas das mãos devem ser aparadas ao longo da curva da unha cerca de uma vez por semana. Quando é utilizada a tesoura, os cantos devem ser limados.

As unhas dos pés devem ser aparadas rectas e geralmente só necessitam de ser cortadas uma vez a cada duas semanas.

Para aparar as unhas deve ser retraída a pele da polpa do dedo e imobilizado o dedo entre os dedos do cuidador, para que não sejam feitos cortes acidentais. Quando é utilizada a lima, há que ter o cuidado de não limar a pele por baixo da unha ou nos cantos.

Alguns truques para conseguir aparar as unhas mais facilmente são: aproveitar o tempo em que o bebe está a dormir ou a comer (por estar mais relaxado), aparar a seguir ao banho (as unhas ficam mais moles), aparar as unhas a dois (um dos cuidadores segura o dedo e apara e o outro distrai o bebe) e pedir ajuda a pais mais experientes, sobretudo no caso de pais de primeira viagem.

Roer as unhas do bebé está contra-indicado pela possibilidade de infectar a pele dos dedos com bactérias da boca.

Se acontecer algum acidente, nomeadamente alguma ferida ao cortar as unhas, deve ser aplicada um compressa e efectuada pressão sobre a ferida até parar de sangrar, tendo o cuidado depois de limpar a ferida 2-3 vezes ao dia. Não devem ser aplicados pensos rápidos nem pensos em gel, porque os bebes levam os dedos à boca e podem engolir ou aspirar o penso.

Para mim esta é uma tarefa da qual não gosto muito, porque a minha bebé acorda sempre que começo a aparar as unhas e a comer começa a chorar; a distracção é a única coisa que resulta. Por outro lado as unhas são pequenas e nunca as aparo sem ter outra pessoa ao lado. É difícil limar a unha porque parte facilmente. Pode ser que se torne mais fácil à medida que vai crescendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *