Como escolher a chucha do bebé

Chuchas: silicone ou látex?

As chuchas são daquelas coisas que se usam às 2 e 3 por dia, quando o bebé as aceita. Longe de nós esquecermo-nos das chuchas ou ficarmos sem chuchas limpas. Cá em casa há quase uma linha de montagem de armazenamento e limpeza de chuchas!

Materiais

As chuchas podem ser compostas por dois tipos de materiais: silicone ou látex.

As chuchas de silicone são mais resistentes, retêm menos odores e são mais fáceis de lavar. No entanto são menos moles que as de látex, por isso alguns bebés sentem-nas como menos confortáveis.

As chuchas de látex são mais flexíveis mas, por esse mesmo motivo, degradam-se mais facilmente e têm de ser substituídas mais vezes que as de silicone. O látex deve ser evitado se houver alguma razão para pensar em alergia, que pode acontecer com bebés que foram expostos muitas vezes ao látex (internamentos prolongados, operações) ou que têm doenças específicas (como por exemplo a espinha bífida).

Alguns bebés só aceitam determinada chucha; às vezes até acontece que só aceitam uma chucha e quando essa tem de ser substituída ou lavada, mesmo que se ofereça outra igual, rejeitam.

Hoje em dia quaisquer chuchas são isentas de materiais nocivos como BPA ou ftalatos.

Cuidados e limpeza

Seja qual for a composição da chucha que escolher, tenha várias em casa (cá em casa há 10), porque se sujam facilmente e, nos bebés que já gatinham ou andam, perdem-se. Quando notar sinais de desgaste da chucha (fissuras ou zonas em que se começa a “soltar” ou quando ficam pegajosas) substitua imediatamente; as chuchas são feitas para não se soltarem partes porque, se isso acontecer, há risco de aspiração.

A limpeza das chuchas deve ser feita regularmente (cá em casa são lavadas ao fim de um dia de utilização) ou quando caem ou se sujam.

A primeira vez que são utilizadas devem ser esterilizadas, lavando primeiro com água quente e sabão e depois colocando em água a ferver durante 5-10 minutos.

Nas utilizações seguintes não necessitam de ser esterilizadas mas devem ser lavadas com água quente e sabão, podendo, no caso das chuchas de silicone, ser lavadas na máquina da loiça, no tabuleiro superior.

Quando a chucha cai ao chão deve ser lavada com água quente e sabão e nunca colocada na boca do pai ou mãe. A boca é um dos locais do nosso corpo com mais bactérias e portanto acaba por ser ainda pior do que seria se nem lavássemos a chucha.

A chucha pode ser também colocada antes da lavagem em partes iguais de vinagre e água, para evitar o crescimento de fungos; depois deve ser bem lavada e enxaguada.

Cá em casa as chuchas são lavadas com água quente e detergente da loiça, bem enxaguadas e depois esterilizadas. Para o efeito uso as caixinhas para microondas, que podem ser compradas em conjunto com algumas chuchas e que demoram 3 minutos a esterilizar a 900W.

Regras de utilização

Não devem ser utilizados colares ou cordões para prender a chucha ao berço ou ao pescoço do bebé porque, durante o sono, o bebé pode rolar e acidentalmente asfixiar. Os porta chuchas também requerem algum cuidado, porque se forem presos na zona do peito e tiverem extensão suficiente pode acontecer o mesmo; cá em casa só são usados quando estou a olhar para a minha bebé e prendo sempre na parte de baixo da roupa.

Não deve ser colocado mel na chucha para acalmar o bebé, sobretudo abaixo dos 12 meses, pela possibilidade de causar botulismo, uma doença que pode ser fatal e que causa uma paralisia generalizada.

O açúcar ou produtos com sacarose (como o AeroOMⓇ) podem causar cáries, quando já surgiu a primeira dentição e o açúcar adicionado não está recomendado nas crianças abaixo dos 12 meses e também não constitui nenhuma vantagem depois dessa idade.

Eu já utilizei o AeroOMⓇ em desespero de causa e na altura que a minha bebé detestava o banho; neste momento é raro usar porque ela já não chora assim tanto e também já não se acalma tanto quando uso. Mas lá vem o ditado – “faz o que eu digo, mas não faças o que eu faço” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *