Cadeiras auto

A escolha das cadeiras auto pode ser muito difícil, sobretudo atendendo a ampla variedade que existe no mercado. Não é fácil orientarmo-nos no meio do labirinto de opções que existem por aí. Ando hoje à procura de uma cadeira auto para a minha bebé.

Cadeiras auto

Quando precisamos de uma cadeira auto?

Para qualquer criança que tenha menos de 1,5 m de altura, 12 anos ou 36 kg de peso.

O que procurar nas cadeiras auto

Existem várias características que devemos procurar quando escolhemos as cadeiras auto, mas a mais importante é sem dúvida a segurança. Todo o propósito de uma cadeira auto é proteger o bebé o melhor possível no caso de um acidente rodoviário.

Claro que se pretende que não haja nenhum acidente e essa é a situação ideal. Mas não podemos prever os acidentes e sabemos que eles acontecem. Só não acontecem se não andarmos de carro.

Por isso quando escolhemos as cadeiras auto este é o fator que devemos levar em maior consideração.

Segurança

As cadeiras auto são todas submetidas a testes de segurança e sujeitas à legislação aplicável para cada ano.

Segurança rodoviária

  • Cadeiras auto viradas no sentido contrário à marcha: reduz a tensão sobre o pescoço 3,5 vezes e a percentagem de ferimentos de 40% (viradas no sentido da marcha) para 8% (viradas contra a marcha).
  • Cintos com cinco pontos de fixação: dois cintos nos ombros, dois nas pernas e um entre pernas; reforçam a segurança e contenção do bebé em situações de impacto. Com três pontos de fixação existe um ponto fraco nas laterais pelo qual o bebé pode deslizar, criando situações em que o bebé abana mais e está sujeito a maior tensão do que com cinco pontos.
  • Proteções laterais da cabeça: a cadeira deverá ter almofadas que contenham a cabeça para proteção em impactos laterais. Podem ser bolsas de ar ou espuma/esferovite.
  • Compatibilidade com sistema ISOFIX: o sistema isofix é composto por ganchos no assento de trás do automóvel que permitem que se encaixe uma base para a cadeira que estará sempre fixa.
    • Requisitos automóvel: a utilização deste sistema depende, obviamente, da existência de ISOFIX no automóvel. Devemos verificar se existe e em que condições está. A cadeira auto encaixa com um click na base ISOFIX.
    • Vantagens: este sistema é prático e mais seguro, porque não implica ajustar a cadeira aos cintos todas as vezes que a colocamos no carro, evitando erros.
  • Condições do enchimento (espuma/esferovite): o enchimento da cadeira auto degrada-se com o tempo e não estará em condições se a cadeira tiver mais de 5 anos de “idade”. Se recebermos uma cadeira que já tenha ultrapassado este tempo podemos pedir substituição do enchimento enviando ao fabricante. Outro fator importante é questionar se esteve envolvida nalgum acidente, porque não deve ser utilizada nessas condições.

Outras categorias de segurança

  • Capota extensível e com proteção UVA50+: dado que o nosso bebé vai circular na cadeira auto exposto ao Sol, é importante garantirmos a maior proteção solar possível. Existem proteções contra o Sol para colocação nas janelas. Em geral não são suficientes, porque não preenchem toda a janela e são perfuradas permitindo a passagem de radiação.

Conforto

Uma cadeira auto deve ser, por definição rígida e a sua função é proteger a criança em caso de acidente. É comparável a um capacete. Por este motivo estas cadeiras não primam pelo conforto, aquecem muito e não são adequadas para passeio.

Os bebés não devem permanecer na cadeira auto (mesmo a do grupo 0) mais de 1h30 por dia, pelo que deve ser utilizada uma alcofa ou cadeira de passeio quando nos deslocamos com o bebé na rua.

No entanto existem algumas características a nível de conforto sem impacto sobre a segurança e que podemos tentar garantir.

  • Cintos acolchoados
  • Tecido da cadeira auto suave: por vezes o tecido destas cadeiras é áspero e desconfortável. Podemos superar este problema comprando uma capa para a cadeira auto.
  • Base para os pés do bebé: nas cadeiras de preço mais elevado muitas vezes há uma elevação na zona dos pés para o bebé os poder apoiar.

Praticidade

O forro das cadeiras auto é difícil de retirar e de voltar a colocar. Os bebés sujam facilmente o forro; há sempre cocós e chichis fora do sítio, leite que vem fora e até comida quando são mais crescidinhos.

Por este motivo o ideal é escolher cadeiras auto que tenham forros fáceis de limpar passando uma toalhita ou compressa humedecida em água. É mais provável que isto aconteça em tecidos lisos, sem relevos.

Cadeiras auto

Características Técnicas

O ideal seria lermos os manuais de instruções de fabricantes antes de comprarmos a cadeira auto. Permitir-nos-ia conhecer a cadeira de frente para trás e trás para a frente e antevermos problemas de instalação ou utilização. Claro que esta é a parte em que na minha cabeça e na das mães que estão a ler isto está a passar a frase “yeah right…”. Era bom que tivessemos tempo para ler manuais de instruções …

Achei que era útil deixar aqui alguns aspetos que temos obrigatoriamente de ter em conta antes de comprar a cadeira auto:

  • Instalação no carro: é importante procurarmos se o nosso carro tem sistema ISOFIX antes de comprarmos uma base ISOFIX e irmos ver onde está e em que condições (se conseguimos aceder aos ganchos, se não temos de andar a desmontar bancos …). Algumas cadeiras têm uma base que se fixa com os cintos, contornando este problema.
  • Espaço que a cadeira ocupa: isto é especialmente importante para quem tem carros pequenos (como é o meu caso); convém verificar se a cadeira auto cabe nos bancos de trás e continua a permitir levar um passageiro. Para quem tem dois filhos isto é especialmente importante, porque se a cadeira auto implicar chegar o banco muito para a frente, pode não ser possível usar determinados modelos sob pena de o condutor não conseguir caber!
  • Ajuste de altura dos cintos: esta é uma preocupação menos importante porque rara é a cadeira auto que não tem ajuste de altura. Mas convém verificar se a cadeira auto acompanha o crescimento do nosso bebé.

Se decidir comprar numa loja, a maioria das lojas disponibiliza alguém para demonstrar a montagem e utilização das cadeiras auto e, nalguns caso, inclusive vai ao carro montar.

Para quem, como eu, comprou a cadeira auto meses antes do nascimento do bebé (épocas de saldos dão muito jeito) e já não se lembra de como se monta, há duas opções:

  • Voltar à loja
  • Tutoriais das marcas das cadeiras auto ou tutoriais do youtube

Preço

A compra das cadeiras auto tem sempre um grande impacto sobre as economias familiares porque são caras, sobretudo quando têm maior adição de acessórios de segurança e conforto.

Devemos esperar preços entre 150€ e 225€ para a cadeira e 180€ para a base quando comprada em separado.

Tipos

As cadeiras auto classificam-se por peso, idade e pelo sentido da marcha, em cadeiras auto grupo 0+ e cadeiras auto grupo 1 2 3.

  • Grupo 0+ até 13 kg (12-18 meses), contra o sentido da marcha.
  • Grupo 0+/1:  até 18 kg (até aos 3/4 anos), contra o sentido da marcha. Estas cadeiras não são adequadas para bebés com menos de 8-9 meses porque o bebé viaja sentado.
  • Grupo 1: 9-18 kg (12 meses-3/4 anos), a favor do sentido da marcha. Não devem ser utilizadas e deve ser dada preferência às cadeiras 0+/1 pois as cadeiras 1 só permitem circulação a favor do sentido da marcha.
  • Cadeiras grupo 2/3: 15-36 kg (3-12 anos), a favor do sentido da marcha. Podem ter costas destacáveis permitindo evoluir para banco elevatório.
  • Banco elevatório grupo 2/3: a partir dos 7-8 anos.
  • Banco elevatório grupo 3: 22-36 kg (5/6-12 anos), a favor do sentido da marcha. Geralmente trata-se de uma cadeira auto com costas destacáveis. Pode ser usado como banco elevatório exclusivamente a partir dos 7/8 anos se os cintos não incomodarem no pescoço e o carro tiver encostos para a cabeça. Caso isto não se verifique devemos manter o uso da cadeira completa. A cadeira também protege melhor as laterais.

Cadeiras auto

 

Testes cadeiras auto

As cadeiras auto são todas sujeitas a testes de segurança e qualidade antes de serem colocadas à venda no mercado. Na Europa são todas sujeitas à aprovação do ECE R4404 e este “selo” tem de estar especificado no próprio produto, nos manuais ou caixa. Outros testes adicionais podem mostrar uma qualidade superior nalgumas cadeiras.

  • ECE R4404: é obrigatório em qualquer cadeira auto vendida na Europa ou Médio Oriente. As cadeiras são testadas em colisões frontais a 50 km/h e traseiras a 30 km/h.
  • ADAC: a ADAC é uma organização que representa os interesses de proprietários automóveis na Alemanha. Esta organização conduz testes cujos resultados consistem em 50% segurança auto e 50% outros fatores (praticidade, conforto, instruções de utilização, instalação, entre outros). O pior resultado influencia largamente o resultado final. A exigência deste teste é cerca de 50% mais elevada que a do ECE R4404. Quanto à segurança os testes são feitos em colisões frontais e laterais (as colisões laterais são em geral muito mais graves para as crianças que as frontais).
  • Stiftung Warentest: conselho de consumidores alemães que conduz testes para o International Consumer Research and Testing, em conjunto com a ADAC. Testa colisões frontais a 64 km/h e colisões laterais.
  • Teste Plus: este teste foi criado na Suécia e é de tal forma exigente que o seu princípio é que seja virtualmente impossível uma criança numa cadeira auto ter ferimentos graves ou ameaçadores à vida numa colisão. Nenhuma cadeira a favor do sentido da marcha poderia obter este “selo”.
  • WHICH: selo que advém das organizações de consumidores europeias que são membros da International Consumer Research and Testing. Publicam o seu relatório relativo às cadeiras auto mas baseiam-no nos resultados da ADAC e Stiftung Warentest.

Cadeiras auto

Conclusão

As cadeiras auto devem primar pela segurança e os restantes fatores de escolha são secundários. Devemos procurar cadeiras com cinco pontos de fixação dos cintos, apoios laterais da cabeça e que permitam circulação contra o sentido da marcha pelo menos até aos 3-4 anos. A utilização de bases ISOFIX ou fixas por cintos facilita o dia-a-dia e diminui os erros de contenção das cadeiras. Devemos escolher o tipo de cadeira consoante o peso do nosso bebé – grupos 0+, 0+/1, 1, 2/3 e 3.

 

 

Um comentário a “Cadeiras auto”

  1. Joana Gabriella diz:

    Adorei postagem, a cadeirinha é uma decisão super importante pois se trata de conforto e segurança.
    Eu super recomendo as novas cadeirinhas Young como estas aqui https://www.meuamorzinho.com.br/young as cadeirinhas desta marca mostram ser seguras e confortáveis e pelo que pesquisei passam por vários testes principalmente voltados para a segurança do pequenino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *