Como dar água aos bebés

Dar água aos bebés: quando e como?

A água é necessária para praticamente todo o funcionamento do nosso corpo. É um componente da maioria dos líquidos e de alguns alimentos.

A água deve ser oferecida aos bebés a partir do momento em que iniciam a diversificação alimentar. Deve ser oferecida em pequenos golos, de forma a que o bebé não encha o estômago com água, em vez de alimentos.

Nos bebés que ainda não iniciaram a diversificação alimentar (usualmente iniciam entre os 4 e os 6 meses) pode ser oferecida água nos dias mais quentes, para evitar a desidratação. Nos bebés que se alimentam de leite materno exclusivamente, usualmente é suficiente amamentar mais frequentemente para evitar a desidratação. O leite materno é composto por 88% de água. É importante que as mães se hidratem, ingerindo pelo menos 1,5 L de água, sobretudo nestes dias quentes.

Nos bebés que se alimentam de fórmula para lactentes pode ser oferecida água?

A água deve ser oferecida separadamente e nunca se deve utilizar mais água do que a indicada na embalagem para preparar a fórmula. As caixas de fórmula indicam a forma como esta deve ser preparada e estas instruções devem sempre ser respeitadas. A diluição de fórmula pode levar a alterações dos sais corporais que podem originar perturbações do comportamento, vómitos, convulsões e podem ser letais.

Até aos 6 meses, a água que é oferecida ao bebé pode ser água mineral engarrafada ou água corrente. Não se deve oferecer água proveniente de fontes ou furos, porque poderá não ser potável ou estar contaminada com microorganismos e poderá, nomeadamente, conter níveis elevados de nitratos (superiores a 25 mg/L).

A água engarrafada deve ser pobre em sódio (menos de 200 mg por litro) e sulfatos (menos de 250 mg por litro). Todas as marcas de água engarrafada em Portugal cumprem estes critérios.

A água corrente em Portugal tem uma composição e qualidade adequada ao consumo por bebés; no entanto, pela imunidade mais frágil nos primeiros 6 meses, alguns autores recomendam que seja fervida até aos 6 meses. A água corrente é tratada e testada e é assegurado que a quantidade de bactérias é inferior a um determinado limite, sendo que essa quantidade é usualmente inofensiva.

A água deve ser fervida durante 5 minutos e não mais, para evitar a concentração excessiva de sais com a evaporação da água. Tem de ser preparada em avanço porque tem de arrefecer depois de ser fervida.

Se utilizar água filtrada, deve sempre cumprir as instruções do fabricante quanto ao filtro. A filtragem da água elimina algumas bactérias e vírus mas não a totalidade e não elimina químicos que a possam ter contaminado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *